Dicas para Fortalecer a Ligação entre Pai e Filh@

O papel do homem como Pai tem vindo a sofrer alterações positivas ao longo dos tempos.

Sabemos a importância que tem uma figura paterna – que não precisa de ser o pai biológico, para o desenvolvimento das crianças. Falamos de Autonomia, sentimento de Segurança, Auto Estima

Para fortalecermos a ligação que temos com os filhos que, ao contrário da mãe começa na parte gestional, devemos:

Acompanhar o percurso escolar e ajudar

Perguntar o que aprenderam hoje na escola e ajudar com os trabalhos de casa. Se quiseres e para reforçar a aprendizagem podes também brincar com el@s com brinquedos educativos.

Ler para el@s antes de dormir

O facto de lhe estares a dedicar inteiramente parte do teu dia vai fazer com que se sintam especiais e muito provavelmente desenvolver-lhes o gosto pela leitura.

Partilhar as nossas vivências

A verdade é que os nossos filhos não sabem quem somos antes de sermos pais por isso partilha histórias com el@s.

Descobrir os interesses do noss@s filh@s

Apesar de nossos, também são deles, aquela pessoa pequena tem gostos e interesses, conhece-os!

Demonstrar afeto

Nunca fez mal a ninguém mais um beijinho ou um carinho. Começamos a mudar o papel do pai aqui. Não acham que os nossos pais receberam menos demonstrações de carinho por parte dos pais deles que por exemplo, nós?

Aprender algo juntos

Descubram e experimentem algo juntos, aconselhamos por exemplo, brinquedos de construção que vos permitem brincar de formas infinitas.

Validar os sentimentos del@s

Não é por acharmos que ainda não sabem nada nem que viveram tão pouco que devemos invalidar o que o nosso filho nos tenta passar. Sentimentos reprimidos ou incompreendidos podem gerar problemas de auto confiança e sociais no futuro.

Não comparar para Educar

As vezes caímos no erro de dizer “o outro fez assim” e não devemos diminuir a imagem que o nosso filho tem dele próprio para passarmos uma ideia. Cria uma explicação lógica, senta-te calmamente e explica-lhe o porquê de achares que agiu de forma errada. Apesar de pequenos tem a capacidade de refletir sobre as suas ações, o facto de repararem que ficaste “desgostoso” com alguma atitude apela também a essa mesma capacidade.

Alinha na brincadeira

Não faz sentido por o camião a descansar na cama das bonecas? Vamos desarrumar tudo para construir um forte na sala? Faz parte! As memórias e o vínculo que se vai desenvolver nestes momentos compensa tudo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

four × 3 =